Skip to content

Como reparar meu disco rígido corrompido do Windows 10 usando o Diskpart? – Tutorial completo

10 de janeiro de 2022

No mundo dos computadores, tomamos muitas coisas como garantidas e outras que nunca passam pelos nossos pensamentos, isso implica que há muitas coisas que podem tornar nossa vida mais fácil, mas não os conhecemos, nem ouvimos falar deles. No caso da função ou ferramenta Diskpart, poucos a conhecem, muito menos como ela funciona. Mas isso tem funções muito interessantes que servem para resgatar um disco rígido ou unidade USB que está no ponto de reparo.

Algumas coisas a saber sobre este comando é que permite gerenciar volumes, discos, partições e discos virtuais. Do terminal, sem ter que iniciar o sistema operacional Windows, como acontece com as outras opções que conhecemos; São necessárias permissões de administrador para poder executá-lo, o bom é que com esta ferramenta podemos formatar, reparar e apagar unidades de disco virtual, através de uma linha de comando, neste artigo mostraremos como fazê-lo.

O que você deve fazer para poder reparar seu disco rígido do Windows com os comandos do Diskpart?

Em qualquer caso, antes de reparar ou formatar um disco rígido, devemos primeiro saber o que está acontecendo com este disco, que apresenta problemas e por que os apresenta se é uma falha ou um erro, por que se sim pode causar transtornos para nós no momento do reparo e formatação, pois intervém em muitos processos do sistema, como a inicialização do Windows.

No momento da formatação, devemos saber que o disco salva nossas informações, portanto, estar ciente é importante, para que posteriormente não precisemos procurar outro método, que nos ajude a reparar um disco rígido e recuperar o perdido informações, tudo isso é bom saber para que você não tenha problemas durante o processo de reparo. Abaixo, listaremos algumas coisas a serem consideradas antes de fazer o reparo no disco.

Alterando a letra da unidade

É essencial alterar a letra atribuída aos discos, para não cometer erros ou nos confundir ao trabalhar, esta etapa não parece relevante, mas é aconselhável fazê-lo, pois assim seremos claros sobre esta nova atribuição e desta forma estar ciente, e não verificar posteriormente quais são as letras de identificação atribuídas aos volumes isso pode ser feito a partir do Diskpart vamos ver.

Primeiro abrimos Equipment para identificar o disco, depois abrimos a execução com o atalho Windows + R, ao executar você escreve Diskpart isso abrirá o terminal neste você escreve “list volume” a lista de volumes aparecerá, então escrevemos “select Volume (x)” com isso selecionado você escreve “assing letter (y)” e o nova letra será atribuída.

diskpart é uma solução precisa e multifuncional

Apagando o conteúdo do seu disco um por um

Antes de começar você deve ter certeza de que não tem nada que seja importante, então não tente recuperar arquivos do disco rígido; Para apagar o conteúdo do disco rígido, iniciamos o Diskpart a partir da ferramenta de execução, enquanto no terminal copiamos “list disk” e a lista de discos aparecerá. Em seguida, copiamos “select disk (x)”, após selecioná-lo por seu número, copiamos “clean” e todas as informações serão excluídas

Fazendo uma formatação completa do seu disco

Depois de verificar o disco, atribuir a nova letra e limpar as informações, abrimos o Diskpart novamente a partir da execução, no terminal copiamos “list volume” e depois “select volume” e para formatar copiamos o seguinte “Formatar fs = rótulo ntfs = 32 rápido” e prosseguirá para formatar o volume do disco.

Apagando as partições

Para este procedimento, abrimos execute no qual copiaremos o CMD, no terminal executaremos o comando “diskpart” isso nos dará o nome do disco depois “list disk” e depois que a lista de discos aparecer, copiamos ” selecione o disco (x) “E para remover ou apagar esta partição escolhida, copiamos” clean “, Este procedimento Isso deve ser feito com cada uma das partições que você possui.

Quais são os outros usos que você pode dar ao comando Diskpart?

No caso do Diskpart tem muito mais funções, que são muito úteis aqui vamos listar algumas da grande lista de opções que este comando temEmbora gostaríamos que tivesse, mas não tem, é para poder recuperar informações de um disco rígido formatado, mas se você tiver alguns muito interessantes, vamos ver

windows tem suas próprias ferramentas

  • Atributos: manipule os atributos de um volume ou disco.
  • Automount – Ativa e desativa a montagem automática de volumes básicos.
  • Break: separar um conjunto de reflexões.
  • Compacto – Tenta reduzir o tamanho físico de um arquivo.
  • Converter: converte formatos entre discos.
  • Criar – Crie um volume, partição ou disco virtual.
  • Sistemas de arquivos – Mostra os sistemas de arquivos atuais e suportados de um volume.
  • Importar: importa um grupo de discos.
  • Mesclar: Combine um disco secundário com seus discos principais.
  • Offline: desconecta um objeto atualmente como online.
  • Encolher: reduz o tamanho de um volume selecionado.