Skip to content

Quais são as diferenças entre a Estrutura Organizacional ‘Vertical’ e ‘Horizontal’? (Exemplo)

15 de junho de 2021

Se você deseja ter uma empresa produtiva e de sucesso, deve escolher uma estrutura organizacional que estabeleça uma linha de comando, as responsabilidades de cada integrante e os fluxos de informações. Mas sabe quais são as diferenças entre a estrutura organizacional ‘vertical’ e ‘horizontal’?

Antes de entrar no assunto, devemos ter clareza sobre o que entendemos por estrutura organizacional. Este é basicamente o forma como uma empresa é configurada hierarquicamente. Portanto, define a forma como os integrantes da empresa se relacionam.

Essa estrutura organizacional pode ser vertical, horizontal ou mesmo mista. Esta vai depender de como o poder é distribuído, como as informações são tratadas e como os funcionários são incentivados. Neste artigo, explicaremos em detalhes as diferenças que existem entre as estruturas verticais e horizontais.

Estrutura organizacional vertical

Em empresas que possuem uma estrutura organizacional vertical a hierarquia segue um esquema de pirâmide. Há uma pessoa ou um pequeno grupo sobre quem repousa a mais alta autoridade e responsabilidade. São eles que tomam as decisões, independentemente do que os colaboradores pensem.

Isso é típico de empresas ou instituições que administram um grande número de unidades de produção e / ou gerenciamento, para o qual eles são ajudados com aplicativos como Trello ou Asana. Por exemplo, organizações governamentais, instituições de ensino (como universidades), companhias aéreas, empresas de petróleo, entre outros.

Essas empresas costumam ter departamentos pequenos e bem estruturados, onde cada funcionário é claro sobre sua função. São supervisionados por gerentes, cuja principal responsabilidade é controlar as operações. Além disso, é comum que os funcionários dessas organizações queiram subir na cadeia de comando.

Embora ter uma organização bem estruturada seja uma vantagem ao gerenciar uma produção muito grande com muitos funcionários, também é tem seu lado negativo. Em primeiro lugar, é possível que a colaboração entre equipes de trabalho não seja orgânica, ou que os funcionários estejam desmotivados porque não se sentem ouvidos.

Da mesma forma, é comum que eles não tenham uma boa resposta em mercados em constante mudança. Isso porque uma certa gestão frouxa na tomada de decisões é necessária para aproveitar as mudanças rápidas, como devem ter feito as melhores empresas em desenvolvimento tecnológico, por exemplo.

Estrutura organizacional horizontal

Por sua vez, as empresas geridas sob uma estrutura organizacional horizontal mantêm seus funcionários mais próximos dos gestores, e todos atuam em um ambiente mais colaborativo e com melhor comunicação. Dessa forma, os colaboradores têm mais participação na tomada de decisões.

Sob esta estrutura, é vital que cada membro da organização se sinta fortalecido e que não há barreiras entre a gestão da empresa e seus trabalhadores. A chave para conseguir isso é ter uma boa linha de comunicação, para a qual eles podem usar estratégias como a criação de um grupo Drive para trabalhar simultaneamente.

Também tem suas desvantagens. Ao tomar decisões, pode ser difícil chegar a um acordo ou consenso entre todos os membros da organização. Em momentos como este, a administração deve buscar um meio-termo e atuar como um conciliador para que as decisões apropriadas possam ser tomadas.

estrutura organizacional horizontal

Mesmo assim, para alguns especialistas, este modelo representa o futuro das empresas. Não é de estranhar, uma vez que vivemos uma época de acesso quase ilimitado à informação, onde a empresa deve valorizar ao máximo as competências dos seus colaboradores.

O que é melhor, uma estrutura organizacional vertical ou horizontal?

O sucesso (ou fracasso) de uma empresa depende muito de sua estrutura organizacional. Uma grande empresa com um grande número de funcionários e subdivisões pode se beneficiar seguindo uma organização vertical, onde todos sejam claros sobre sua função.

Por outro lado, para empresas menores em que não há tantos recursos, pode ser mais útil ter uma estrutura horizontal, onde todos os membros colabore em todas as tarefas, a regulamentação é orientada por aplicativos de gerenciamento de tarefas como o Google Tables, e todos participam da tomada de decisões.

Esperamos que você tenha entendido o diferenças básicas entre estrutura organizacional ‘vertical’ e ‘horizontal’. Se gostou, não esqueça de compartilhar essa matéria nas suas redes sociais.