Skip to content

Como copiar arquivos usando comandos Windows CMD – COPY, XCOPY e ROBOCOPY

19 de dezembro de 2021

Os comandos CMD ou ‘cmd.exe’ são shells de comando presentes no OS / 2 e Sistemas operacionais Windows NT (incluindo Windows 2000, Windows Server 2003, Windows XP, Windows Vista, Windows 7, 8, 8.1, 10 e 11).

Que tipos de comandos existem para copiar arquivos do CMD no Windows?

Os comandos que são interpretados pelo CMD são úteis para enviar comandos para o sistema operacional; Isso permite organizar arquivos, abrir e iniciar programas ou executar qualquer pedido relacionado ao seu sistema operacional, computador ou rede.

cópia de

O comando COPY é útil para copiar um ou mais arquivos dentro outra pasta especificada; é um comando interno de ‘cmd.exe’. Sua sintaxe é: COPY [/Y|/-Y] [/A|/B]fonte [/A|/B] [+ origen [/A|/B] [+…]][destino][/A|B][/V].

  • Parâmetros:
    • Origem: é o local onde se encontra o arquivo a ser copiado e o nome que possui. Isso pode ser composto pela letra da unidade, dois pontos e um nome de diretório, o nome de um arquivo ou ambos.
    • Destino: mostra a localização dos arquivos onde serão colocadas as cópias e o nome que possuem. Pode consistir na letra da unidade, dois pontos e um nome de diretório, o nome de um arquivo ou ambos.
  • Modificadores:
    • / Y: funciona como um indicador de que você deseja que o COPY substitua os arquivos existentes sem pedir confirmação. Normalmente, COPY pergunta se você deseja sobrescrever o arquivo existente; isso acontece quando um arquivo existente é especificado como o arquivo de destino.
    • / -Y: funciona para indicar se você deseja que o COPY peça uma confirmação ao substituir um arquivo existente.
    • / A: serve para indicar um arquivo de texto ASCII (código composto por caracteres do alfabeto latino).
    • / B: funciona para indicar um arquivo binário.
    • / V: funciona para verificar se os novos arquivos foram gravados corretamente.

Xcopy

Este comando permite que você copie um ou mais arquivos para um local específico. É diferente do comando COPY porque, este se pode fazer cópias de arquivos e subdiretórios. Sua sintaxe é:

Origem XCOPY [destino] [/A | /M] [/D[:fecha]] [/P] [/S [/E]] [/V] [/W] [/C] [/I] [/Q] [/F] [/L] [/H] [/R] [/T] [/U] [/K] [/N] [/O] [/X] [/Y] [/-Y] [/Z] [/EXCLUDE:archivo1[+archivo2][+archivo3]…]

comandos xcopy

Cada um dos parâmetros contidos no comando tem uma função especial de acordo com o que o usuário precisa:

  • Origem: funciona para indicar os arquivos a serem copiados.
  • Destino: trabalha para especificar um novo local e o novo nome dos arquivos.
  • / A: funciona para copiar apenas os arquivos com o atributo de arquivo que foi definido; desativando assim o atributo de arquivo.
  • / D mda: funciona para copiar arquivos que foram modificados na data especificada ou em uma data posterior. Se nenhuma data for especificada, apenas os arquivos com hora de origem mais recente que a hora de destino serão copiados.
  • / EXCLUIR arquivo 1 + arquivo 2 + arquivo 3: Isso indica uma lista de arquivos com string. Funciona quando uma parte do caminho do arquivo corresponde a qualquer uma das strings; em caso afirmativo, o arquivo será excluído da cópia.
  • / P: trabalha para solicitar informações antes de criar cada arquivo de destino.
  • / S: funciona para copiar diretórios e subdiretórios, exceto para aqueles que estão vazios.
  • / E: funciona para copiar diretório e subdiretórios; desta vez, incluindo os vazios.
  • / V: funciona para verificar a integridade de cada novo arquivo.
  • / W: trabalha para solicite que uma tecla seja pressionada antes de copiar.
  • / C: funciona para continuar copiando, mesmo se ocorrerem erros.
  • / L: se o destino não existir e mais de um arquivo for copiado, o destino se tornará um diretório.
  • / Q: funciona de forma que os nomes dos arquivos não sejam exibidos durante a cópia.
  • / F: trabalha para mostra os arquivos a serem copiados.
  • / H: funciona para copiar arquivos ocultos e arquivos de sistema.
  • / R: funciona para substituir arquivos somente leitura.
  • / T: funciona para criar uma estrutura de diretório; no entanto, ele não copia arquivos e não inclui diretórios ou subdiretórios vazios.
  • / T / E: funciona para incluir diretórios e subdiretórios que estão vazios.
  • / U: funciona para copiar apenas os arquivos existentes para o destino.
  • / K: trabalha para copiar atributos, ele redefinirá os atributos somente leitura.
  • / N: funciona para copiar usando os nomes curtos gerados.
  • / O – funciona para copiar ACL e informações de membros de arquivos.
  • / X: funciona para copiar a configuração de auditoria; isso implica ‘/ O’.
  • / Y: funciona para suprimir a mensagem de confirmação para substituir um arquivo de destino existente.
  • / -Y: funciona para exibir uma mensagem de confirmação se você deseja sobrescrever um arquivo de destino existente.
  • / Z: trabalha para copiar arquivos de rede no modo reiniciável.

Robocopy

Este tipo de comando tem a capacidade de resistir a interrupções no processo de cópia de arquivos e indicando o andamento. Para acessá-lo a partir do Windows 10, abra o prompt de comando do Windows ou acesse o Windows Powershell como administrador, quando o comando for aberto, deve-se executar a linha ‘Robocopy’. Assim, a descrição desta ferramenta e suas formas de uso ficarão visíveis.

comandos robocopy

Como você copia pastas com espaço no nome usando comandos CMD?

No CMD, as pastas que contêm espaço no nome podem ser copiadas colocando o caminho completo da string entre aspas; caso contrário, o comando será interpretado como duas strings separadas.

caminho entre aspas

Qual é a melhor maneira de copiar arquivos para USB usando CMD?

Com Robocopy você pode copiar todo o conteúdo de um diretório. Você deve executar o comando Robocopy C: Usuários Computador D: Computador / e. a opção ‘/ e’ funciona para incluir subpastas, mesmo se elas estiverem vazias. Este comando é útil ao usar USB porque copia pastas inteiramente.